Iara Santos é eleita Rainha Nacional do Milho 2017

Iara Santos é eleita Rainha Nacional do Milho 2017

Em clima do aniversário de Patos de Minas, a Rainha Nacional do Milho 2017 foi eleita na noite dessa terça-feira, 24, no Paiolão do Parque de Exposições. Iara Santos e Silva é a nova majestade.

Iara, Maria Angélica e Ludmila foram escolhidas para serem candidatas ao título, no dia 24 de março, por um corpo de jurados. Antes, elas foram preparadas na Escola de Rainhas, que ofereceu aulas, oficinas e palestras com os mais diversos fins.

O evento de coroação lotou o Paiolão com as torcidas que se dividiam entre as cores verde, amarelo e azul. Muito animadas, elas aplaudiam e gritavam os nomes de suas preferidas.

Um grupo de 11 jurados avaliou quesitos: Postura e Elegância, Beleza e Simpatia, Desenvoltura e Segurança. Eles atribuíram notas de 7 a 10, que deram a vitória para Iara.

Cada uma delas discursaram sobre um tema, ambos relacionado sobre a história e o crescimento da Festa Nacional do Milho. O intuito era mostrar aos presentes que as majestades do milho tem grande responsabilidade quanto a representatividade do município. Os temas eram: As “Marias Artesãs e seus 15 anos”, “Paiolão e sua história” e “Arena, palco de grandes realizações”.

Rainhas e Princesas de toda a região vieram prestigiar a glamourosa noite da Fenamilho. Muitos representantes da beleza patense também desfilaram e embelezaram ainda mais o evento. Também teve entrega do Troféu Odalina Vieira que homenageia pessoas da sociedade patense que trabalharam dando sua contribuição no Concurso. Os agraciados foram: Lourdes Piedade Fonseca, Maria Inês Martins de Oliveira Queiroz, Ana Amélia Correa e Marco Antônio de Oliveira Tredezini.

Após a despedida da Rainha 2016, Camila Rosa, que agradeceu todo o apoio da família, amigos e população patense, o Promotor de Justiça, Jaques Souto anunciou Iara Santos para receber a coroa.

A nova Rainha tem 20 anos e é filha de Claiton da Silva e Keithy dos Santos e Silva. Aspira ser motivo de orgulho para a família. Seu ideal é se formar e retribuir aos pais toda a dedicação recebida. Sempre sonhou com o título de Rainha Nacional do Milho e quer ao mesmo tempo representar a cidade e evidenciar a beleza da mulher negra.

No primeiro discurso como majestade ela agradeceu os presentes e não conteve a alegria e emoção de ter sido eleita. Agora, ela representa a beleza da mulher patense, elevando o nome da cidade e da Fenamilho 2017.